Hoje tem superlive de aniversário sobre a importância da Caixa 100% pública

0
67

Como parte da programação comemorativa dos 49 anos de existência da Federação, o debate virtual vai discutir também o PL que suspende privatizações até 2022 e tratar da importância da Caixa no desenvolvimento regional

Para comemorar seu aniversário de 49 anos de luta em defesa dos empregados e de uma Caixa 100% pública, a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa(Fenae) vai fazer uma superlive nesta sexta-feira (29) às 19h. Transmitido pelo Facebook da entidade, o debate “49 anos em defesa do empregado Caixa e por um banco 100% público para todos para os brasileiros” vai abordar assuntos essenciais como a importância do papel social do banco em momentos de crise e o Projeto de Lei 2715/2020, que suspende as privatizações até 1 ano após a pandemia do novo coronavírus. A relevância da Caixa no desenvolvimento regional será outro tema em pauta.

Além do presidente da Federação, Sérgio Takemoto, e da presidenta da Contraf/CUT, Juvandia Moreira, os convidados para este bate-papo serão o governador do Piauí, Wellington Dias (PT/PI) e o deputado federal e um dos autores do PL, Enio Verri (PT/PR).

Dentre os assuntos do encontro nas redes estão as tentativas de privatização que a Caixa tem sofrido desde o fim dos governos populares. O atual governo, com suas políticas ultraliberais, não esconde a intenção de encolher o papel do Estado na economia. No entanto, a crise provocada pela pandemia mostrou o papel fundamental do banco público para colocar de pé o auxílio emergencial para proteger as famílias e os trabalhadores.

“Antes da pandemia, a intenção do Governo era privatizar a Caixa aos poucos, começando com cartões, seguros e a gestão de ativos. Enfraquecer o papel social da Caixa vai prejudicar o financiamento de programas habitacionais, o Fies e o Bolsa Família. E o que seria daqueles que mais precisam se não fosse a expertise e a força social do banco para garantir o pagamento do auxílio às famílias? Nenhum banco privado quis assumir essa responsabilidade nem para ajudar no cadastro”, diz Takemoto.

Na opinião do presidente da Fenae, as empresas estatais serão imprescindíveis para retomar a economia e amparar a população no período pós-crise. Para tanto, o projeto de Lei 2715/2020, que suspende as privatizações até 2022, é um importante instrumento para proteger as empresas públicas.

A superlive começa às 19 horas e será transmitida pelo Facebook da Fenae 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here