“Meio século de muito trabalho, de muitas conquistas para nossa categoria e de apoio incondicional às Apcefs”. Assim o diretor da Região Nordeste, Paulo Moretti, define a atuação da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) no estado nestes 50 anos de existência.

Moretti cita diversos projetos criados e patrocinados pela Fenae para movimentar as associações da região, além das melhorias das estruturas físicas nos clubes. “A Fenae apoia e patrocina várias ações e projetos para o desenvolvimento das nossas Apcefs – a melhoria das suas sedes, a criação de vários projetos nas áreas esportiva, cultural, social e de entretenimento, como o Jogos da Fenae, Talentos Fenae/Apcef, Inspira Fenae, Arena, o carnaval e, principalmente, o São João, que é muito importante para o Nordeste”.

A forte atuação política da entidade em defesa da Caixa 100% pública e dos empregados também foi elogiada pelo diretor. “A Fenae teve que se reinventar e desenvolver novas perspectivas de defesa da Caixa e dos empregados. São vários projetos que a Fenae, ao longo desses anos, vem criando e fortalecendo cada vez mais a sua presença e das Apcefs junto aos empregados”, frisou.

Para o presidente da Apcef/AL, Severino Filho, a Fenae também ajuda na aproximação dos associados com as Associações. “A Fenae é essencial para conseguirmos realizar eventos como os Jogos do Nordeste, o Talentos Fenae/Apcef, Inspira, Rede do Conhecimento, Nosso Valor e outros. A Federação é muito importante para as Apcefs, principalmente às menores, que têm dificuldade maior na questão financeira. E a Fenae tem ajudado bastante nesse sentido”.

A atuação da Fenae em defesa dos empregados recebeu elogios do presidente da Apcef/BA, John Goodwin. Ele contou que entrou na Caixa na turma de 1989. Quando as discussões políticas e o ataque aos direitos dos trabalhadores começaram a se acirrar, a Fenae mostrou sua força de articulação e mobilização da categoria.

“A Fenae passou a ter um papel preponderante para criar uma unidade entre as Apcefs e nas discussões em defesa dos empregados”, disse. “A Fenae tem uma força política muito grande e que causa arrepios na atual diretoria da Caixa e no Governo. É uma federação que mobiliza a categoria, que é organizada, forte e essencial na luta contra os ataques aos nossos direitos”, ressaltou o presidente da Apcef/BA.

Rochael Souza, presidente da Apcef/CE, disse que o apoio “incondicional” da Fenae ao Ceará é imprescindível para desenvolver a associação. Das obras realizadas com ajuda da Federação, o dirigente destacou a construção de um ginásio poliesportivo e da pousada com 10 apartamentos, inaugurada em 2013.

“Nossa Apcef já tem mais de 70 anos e sempre recebemos apoio da Fenae desde que ela existe. Todas as gestões tiveram o mesmo olhar de parceria com a Apcef Ceará. Somos muito gratos a toda a infraestrutura, ao apoio aos projetos de cultura, esporte e lazer e nas datas comemorativas”, avaliou Rochael. O presidente ainda fez questão de elogiar a qualificação do quadro de trabalhadores da Federação. “São pessoas preparadas e que estão sempre à disposição. Sempre que pedimos socorro fomos muito bem atendidos, com empatia para saber entender as nossas dificuldades”, acrescentou, ao parabenizar a Federação pelos 50 anos de vida e luta pelos empregados da Caixa.

O apoio da Fenae também foi destacado pelo o presidente da Apcef/PB, Carlos Spínola. “A Fenae é fundamental para a subsistência dos clubes no estado”. Ele elogiou a quantidade de novos projetos criados pela Fenae em prol dos associados. “O apoio da Fenae aos nossos projetos é incondicional e a falta dele seria um insucesso geral das Apcefs”.

O presidente da Apcef/PE, Marconi Apolo, considerou a Fenae a mais importante entidade representativa dos empregados da Caixa e grande parceira da Associação. “Nossas obras, projetos culturais, esportivos e tudo que envolve o bem estar do empregado e associado tem contribuição da Fenae. Que venham mais 50 anos de lutas e muitas conquistas para a categoria. Um brinde à nossa Fenae.

Solidariedade e sustentabilidade

A responsabilidade social é uma marca da Fenae. O Movimento Solidário está há 5 anos no Maranhão, nas comunidades de Belágua – que é um dos municípios mais pobres do País e está entre os quatro mais carentes do estado. A presidente da Apcef/MA e diretora da Fenae, Giselle Menezes, explicou que a parceria com a Fenae no projeto é imprescindível.

Desde que chegou, em 2015, o programa social dos empregados da Caixa desenvolveu 45 projetos de geração de renda e acesso à direitos, contemplando 385 famílias e 125 idosos até agora. A maioria dos projetos é voltada para agricultura familiar, economia solidária e comércio justo entre os moradores. “A evolução do programa e os benefícios às comunidades são visíveis. É emocionante”, ressaltou Giselle.

Os programas de sustentabilidade e solidariedade da Fenae foram enaltecidos pelo presidente da Apcef/RN, Urbano Guedes de Moura. Ele foi presidente da Apcef nas gestões 2012/2014 e 2014/2017, e já esteve na presidência da Apcef/RO. Urbano volta a presidir a associação e quer retomar vários projetos. “Temos vários planos e contamos, como sempre, com o apoio da Fenae”. Ele destaca o Apcef Sustentável e o Nossa Força.  “Tudo isso é de extrema importância para nossa Apcef. A gente agradece muito tudo que a Fenae tem feio em prol da nossa associação e dos associados.

O grande salto de qualidade da Apcef/PI nos últimos anos foi, também, responsabilidade da Fenae. Essa é a avaliação da presidente da Associação, Maria da Glória Araújo. “De 2016 para cá nós conseguimos fazer um excelente trabalho na Apcef com todo apoio da Fenae. Hoje nosso clube é um dos melhores não só de Teresina, mas do estado. É um clube de ponta. E sem o apoio da Fenae não estaríamos no patamar que estamos hoje”, garantiu Maria da Glória.

Para o presidente da Apcef/SE, Diogo Oliveira, a Fenae tem sido de suma importância para a associação e para os empregados Caixa. Ele destacou o apoio nos eventos esportivos e culturais e na melhoria das sedes. “Sem o apoio da Fenae isso não seria possível. A nova gestão da Fenae começou em meio à pandemia e manteve a atuação exemplar na defesa dos empregados, no apoio às associações mesmo frente aos desafios de realizar tudo de forma virtual. A Fenae tem uma história de luta, resistência e, principalmente, de conquistas. Junto com as Apcefs, a Fenae acolhe os empregados Caixa que estão sofrendo com a forma que a Caixa e o país têm sido conduzidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.