Com novos protocolos, APCEF/SE reabrirá a partir do dia 15

0
57

Após mais de cinco meses fechados, os Clubes Sociais de Sergipe estão autorizados a retomar as atividades partir do dia 15, seguindo protocolos de segurança por causa da pandemia do Coronavírus. A Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal em Sergipe (APCEF/SE) está preparada e na expectativa do retorno.

Segundo o Governo, a APCEF/SE pode funcionar de terça a domingo, sem restrição de horário de funcionamento, sendo obrigatório o fechamento às segundas para processo de desinfecção e o cumprimento das especificações da Resolução. O número de sócios dentro do estabelecimento deve ser de no máximo 50% de sua capacidade, não podendo exceder a quantidade de 1 sócio a cada 6 m².

Deverão permanecer fechadas: áreas de recreação para crianças, espaços de convivência, atividades culturais e realização de eventos. Aulas de lutas, danças e demais atividades físicas que exijam contato físico estão proibidas.

Segundo o presidente da APCEF/SE, Diogo Melo, os protocolos de segurança serão cumpridos a risca. “Ao chegar no clube, o associado limpará seus calçados no tapete sanitizante, terá sua temperatura aferida e precisará higienizar as mãos. Lembrando que o uso de máscara é obrigatório para funcionários e visitantes, além do distanciamento. O clube fará a higienização completa a todo instante e por todo espaço disponibilizaremos pias e álcool em gel”, afirmou.

Esportes

As atividades físicas individuais também foram reformadas, são elas: vôlei de praia, natação, tênis e o clube de corrida. “Além das medidas de higienização por todo espaço, as atividades contam com medidas sanitárias gerais. As turmas de natação e clube de corrida terão no máximo 12 alunos, a de vôlei de praia oito e a de tênis de mesa quatro. Somente o professor fará manuseio do chuveiro e do portão de acesso. A saída de água do bebedouro será somente para uso de garrafas próprias. É obrigatório uso de chinelo para deslocamentos. Os alunos chegarão em horários específicos para evitar aglomerações”, pontuou Diogo Melo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here