Denúncia: Caixa convoca gerentes gerais para chegarem mais cedo nas agências com pena de perda de função

0
201

Fenae está apurando os casos. Se confirmados a Federação irá cobrar da direção da Caixa o cumprimento do que foi acordado na mesa de negociação

A Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) recebeu uma denúncia grave que vai contra os empregados da Caixa Econômica Federal. Gerentes gerais do banco público estão sendo convocados a chegarem às 7h nas agências de todo o país. A convocação pede que os trabalhadores façam a triagem da fila e permitam a ocupação de 50% dos assentos das agências com clientes. Além disso, os trabalhadores devem tirem fotos de hora em hora da unidade para mostrar que não existe fila nas portas e enviar para a Superintendência Executiva de Varejo (SEV).

A Fenae está apurando a veracidade das convocações para reivindicar da Caixa o cumprimento do que foi acordado na mesa de negociação com o Comando Nacional, a Febraban e a direção da Caixa. “Estamos verificando essas denúncias que são extremamente graves. As convocações dizem ainda que caso os empregados não cumpram as determinações perderão as funções”, afirmou o presidente da Federação, Sérgio Takemoto.

Reivindicações das entidades
As entidades que representam os bancários, junto com a Fenae, reivindicam desde o início da pandemia melhores condições de trabalho para preservar a saúde e a vida dos empregados e da população que precisa da Caixa. Entre as cobranças para aliviar as filas e aglomerações nas agências estão a descentralização do pagamento do auxílio emergencial, uma campanha para informar a população corretamente sobre o benefício e o atendimento telefônico. “Infelizmente nenhum desses pedidos foi atendido. A consequência é o que estamos vendo em todas as cidades, essa aglomeração na porta da Caixa”, ressaltou Takemoto.

Ao lado de outras dez entidades, a Fenae assinou uma nota – redigida pelo Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro –, em que defende os trabalhadores que há mais de 150 anos prestam serviços à população mais necessitada.

Escrito por: Fenae

Confira aqui a nota na íntegra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here