Diretores de clubes sociais de Aracaju se reúnem para definir ações de retorno

0
63

Com espaços arborizados para atividade física e lazer, os Clubes Sociais de Aracaju colaboram para manter em dia a saúde física e emocional, controlando o estresse. Com o isolamento social para controlar a expansão do Covid 19, eles estão fechados há quase seis meses. Pensando nas ações para garantir o retorno ao chamado “novo normal”, os diretores e presidentes dos maiores Clubes Sociais de Aracaju se reuniram nesta segunda-feira (31).

Segundo o diretor da APCEF/SE, Diogo Melo, um dos últimos decretos do Governo do Estado previa que os Clubes Sociais estariam inclusos na fase verde, de maneira inadvertida, esses Clubes foram migrados para uma fase especial. “Estamos preocupados, pois achávamos que iriamos abrir e nos preparamos para isso, mas o Governo colocou a reabertura dos Clubes na última parte como se fosse uma fase especial. Existe uma cobrança por parte dos associados entendendo o papel importante para a sociedade na prática cultural e esportiva, por isso nos reunimos para formar um grupo com todos os diretores e presidente dos Clubes para tentar buscar explicações e pressionar o Governo para a reabertura”, afirmou.

O presidente do Clube do Banese, Murilo Bezerra, falou sobre a importância da reunião. “Com essa união, será possível mostrar ao Governo um pensamento único entre todos os Clubes que é levar saúde aos seus associados. Estamos no mesmo foco, e esperamos que o Governo se sensibilize e possibilite a reabertura dos Clubes”, pontuou.

Quem também está apoiando os Clubes e participou da reunião é o vereador por Aracaju, Américo de Deus (PSD). “Vou intermediar junto ao Governo uma reunião entre diretores dos Clubes e o governador para que eles possam argumentar a necessidade da reabertura. Precisamos entender que os Clubes promovem saúde, lazer, entretenimento e diversão, isso também é qualidade de vida. Já que as academias e as praias estão abertas sem controle, por que os Clubes não podem? Garanto que o controle será muito mais rígido”, frisou.

Estiveram presentes na reunião o presidente da AABB , Adegivaldo de Oliveira, o presidente do Clube do Banese, Murilo Bezerra, o presidente do CEPE, Valfredo Menezes, o gerente geral do Iate Clube, Otacílio Melo, o diretor da APCEF/SE, Diogo Melo, o vereador Américo de Deus e o assessor jurídico da APCEF/SE Adalício Morbeck.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here