Os representantes dos empregados que integram o Grupo de Trabalho Saúde Caixa se reuniram, nesta quinta-feira (8), com a empresa atuarial que vai acompanhar a análise dos dados de gestão e custeio do plano. O nome da empresa contratada é Icone Consultoria. Em razão deste encontro, a reunião ordinária do grupo com os representantes da Caixa não aconteceu.

 Segundo Fabiana Uehara, coordenadora do GT e da Comissão Executiva de Empregados (CEE/Caixa), uma conversa prévia com os atuários foi essencial para apresentar a situação do plano sob o ponto de vista do usuário.

 “Antes de avançar na análise dos dados que começaram a ser apresentados pela Caixa, nivelamos as informações com a empresa atuária contratada e reforçamos nosso objetivo – apresentar uma proposta para garantir o formato de gestão e custeio sustentável e acessível para todos os empregados, mantendo a gestão por RH e as premissas de solidariedade, mutualismo e pacto intergeracional”, disse Fabiana. 

Os representantes dos empregados apresentaram as imposições do Governo e da direção do banco, que são os maiores desafios do grupo – o teto de 6,5% da folha de pagamento e proventos para o custeio do plano por parte da empresa e a GGPAR 23 – resolução que prevê restrições às estatais no financiamento dos planos de saúde dos empregados, além de restringir o acesso ao plano e os direitos dos empregados enquanto usuários. 

“O Saúde Caixa é uma das conquistas mais importantes dos empregados. É importante que cada colega acompanhe esse debate que estamos fazendo. Ainda mais agora onde temos percebido a reestruturação de áreas dentro da empresa têm refletido negativamente, inclusive no nosso plano”, concluiu.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.