Fenae e Apcefs incentivam a cultura no país

0
21

No dia Nacional da Cultura, comemorado nesta quinta-feira (5), o movimento associativo dos empregados da Caixa tem muito o que celebrar. Graças ao incentivo da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae) e das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Apcefs) a produção cultural dos trabalhadores do banco público tem aumentado a cada ano e ganhado visibilidade por intermédio de iniciativas como o Talentos Fenae/Apcef. As entidades também levam cultura a todo o Brasil por meio do programa Eu Faço Cultura. 

“A Fenae e as Apcefs são grandes incentivadoras da cultura no país com esses programas, tanto para o empregado Caixa quanto para o público externo. Acreditamos que a cultura faz diferença na vida das pessoas. Nesse momento de pandemia, foi muito importante a cultura e a arte por conta da necessidade do isolamento social”, destaca o diretor Sociocultural da Fenae, Nilson Moura Júnior. 

Talentos Fenae/Apcef está em sua quinta edição e se tornou um grande palco para os empregados Caixa que gostam de produzir arte, em suas mais diferentes manifestações. 

Realizado em duas fases – estadual e nacional – o concurso incentiva a produção cultural dos empregados Caixa ativos e aposentados, associados das 27 Apcefs do País, nas seguintes categorias e modalidades: Foto e Filme (Foto e Filme); Artes Visuais (Desenho/Pintura e Desenho Infantil); Literatura (Conto/Crônica e Poesia) e Música (Composição e Interpretação). Em 2020, foram 3.297 obras inscritas, superando a participação de 2019. 

Mesmo com o cenário adverso, por conta da Covid-19, a Fenae manteve o concurso cultural, realizando sua programação de forma virtual. “A emoção dos participantes nas lives de premiação estadual só veio reforçar o quanto a cultura se tornou ainda mais importante nesse período de pandemia”, diz o presidente da Fenae, Sérgio Takemoto. 

Levando cultura a todo o país

Eu Faço Cultura começou em 2006 com a promoção de shows, oficinas de dança, música, teatro, circo e fotografia. A partir de 2016, se transformou em uma plataforma digital que compra ingressos e outros produtos culturais e os distribui gratuitamente para pessoas de baixa renda, idosos, pessoas com deficiência e microempreendedores Individuais, e hoje consegue atender todas as regiões do Brasil. 

Além de ingressos de shows, peças teatrais, apresentações de danças, circos e exposições, é possível resgatar entradas de cinema e produtos físicos como livros. Com o projeto Biblioteca renovada, o programa doa livros para bibliotecas de escolas públicas. 

Números recentes mostram a relevância do Eu Faço Cultura. Entre setembro de 2019 e agosto de 2020, foram 93.036 cupons distribuídos pela plataforma, trocados por ingressos de cinema, livros, CDs, DVDs e espetáculos. Além disso, 159 produtores culturais foram apoiados, mais de 860 produtos diferentes disponibilizados na vitrine e 300 ONGs e escolas contempladas em todos os estados. 

Para viabilizar essas ações, Fenae e Apcefs mobilizaram os empregados da Caixa para apoiar a cultura doando parte dos seus impostos de renda, por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet). Veja como colaborar com o programa

Outra iniciativa para promover a cultura do País é a valorização do folclore brasileiro. Desde 2009, a Fenae e as Apcefs realizam atividades culturais alusivas ao Dia do Saci, comemorado oficialmente em 31 de outubro. 

A data foi criada em 2003 por lei aprovada no Congresso Nacional, em oposição ao Dia das Bruxas (Halloween), festejado nos Estados Unidos e em outros países de língua inglesa. Um dos principais objetivos é resgatar a cultura popular nacional, de modo a diminuir a influência da cultura estrangeira no Brasil. 

Patrocínio

Nesse período de pandemia, a Fenae e Apcefs também apoiaram produtores culturais nacionais, patrocinando as lives “Inspira: a Esperança Equilibrista”, em 27 de junho, e “Inspira-Quem Jamais te Esqueceria”, em 3 de outubro. Os eventos, idealizados pela Inspirartes Produções Culturais, contaram com apresentações musicais, atividades literárias, poéticas e de artes visuais, reunindo nomes consagrados da cultura brasileira e novos talentos. 

“O apoio ao Inspira possibilitou ampliarmos o acesso à cultura e também a consciência, a escuta e o desejo de entender e aprender com o outro”, acrescenta o presidente da Fenae. 

Histórico

Você sabia que o Dia Nacional da Cultura é celebrado em 5 de novembro, em homenagem ao aniversário de nascimento do jurista e escritor Rui Barbosa?

A data foi instituída por lei em 1970.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here